Geração Y

Quando nos colocamos para discutir temas de modo geral estamos sujeitos a críticas e opiniões diversas e isso é muito bom, pois, com estas críticas passamos a verter nossas opiniões e, assim, expandimos nossos conhecimentos.
O primeiro post sobre a geração Y me trouxe dois comentários de muita qualidade. E por isso vamos abranger nossa dissertação sobre o assunto.

O outro lado da geração Y expôs uma situação que ocorre com demasiada freqüência em salas de bate papo (vide texto ao final da postagem), neste caso a abordagem foi quanto a aos erros ortográficos que ocorrem nas conversas entre adolescentes nestas salas e, inclusive, em suas páginas nas redes sociais. Fatos que ocorrem nas classes A e B da sociedade com a predominância do sistema de ensino particular, com larga vantagem em qualidade quanto ao sistema público, quanto nas classes mais baixas de nossa sociedade, incluindo-se nestes casos freqüentadores de Cybers Café, lan-houses e outras formas de acessos a internet. Não é raro encontrar jovens que abreviam cada vez mais seus textos em comunicadores instantâneos e e-mails, sendo as vezes, quase ilegíveis.
Geração Y, também conhecida como Geração Millennials ou Geração da Internet, é um conceito de Sociologia que se refere, segundo alguns autores, aos nascidos após 1980.  Segundo Eline Kullock, maior especialista em geração Y do Brasil, essa é uma geração que adora feedback, é multitarefa, sonha em conciliar lazer e trabalho e é muito ligada em tecnologia e novas mídias.
Alteraram completamente as formas de comunicação tanto em casa, no trabalho quanto com os amigos. Eline afirma:
“Eles são também conhecidos como a geração do troféu, se beneficiaram de um período economicamente favorecido e tiveram em casa a liberdade que nenhuma outra geração teve.”
Os “Ys” são dinâmicos, querem respostas e resultados rápidos, tem ânsia em aprender, pois pertencem a era da informação, e estão acostumados ao bombardeio de notícias, fatos, idéias, tudo ao mesmo tempo. Também são criativos, inovadores, apreciam líderes justos e coerentes e gostam muito de trabalhar em equipe. A pressa é outra característica presente e que muitas vezes é confundida como ansiedade. Essa pressa gera um desconforto nas empresas, pois esses jovens querem crescer e se desenvolver em um curto espaço de tempo, e quando percebem que não terão este breve retorno buscam novas oportunidades no mercado.
É perceptível que todas as características vem ao encontro da necessidade gerada pelo desenvolvimento acelerado da humanidade no que diz respeito ao conhecimento e ao desenvolvimento tecnológico. E a Geração Y, por uma questão de sobrevivência, teve que se preparar para enfrentar as próximas décadas.

Leave a Reply

Your email address will not be published.