O Flamengo perde uma estrela

A Confederação Brasileira de Futebol anunciará, nesta quarta-feira, um parecer jurídico que impossibilitará o reconhecimento do hexacampeonato brasileiro há muito reivindicado pelo Flamengo. A informação é do colunista Ancelmo Gois, e publicada na edição desta quarta do jornal “O Globo”.

Com a medida, a entidade pretende encerrar de vez a discussão sobre a versão de 1987 do Brasileirão, quando Flamengo e Sport foram campeões de seus respectivos módulos, mas que, para efeitos estatísticos, a CBF reconhecia somente o clube pernambucano como vencedor.

Oficializado o Rubro-Negro pernambucano como campeão nacional de 87, o São Paulo passará a ser o único a ter vencido seis edições da competição, criada em 1971. Desta forma, estaria encerrada, na visão da entidade, a discussão sobre o dono da popularmente chamada “Taça das Bolinhas”, hoje devidamente guardada na Caixa Econômica Federal.

Então a lista de Times Campeões Brasileiros, por ano, vai ficar assim:

1971      Atlético Mineiro
1972      Palmeiras (SP)
1973      Palmeiras (SP)
1974      Vasco da Gama (RJ)
1975      Internacional (RS)
1976      Internacional (RS)
1977      São Paulo (SP)
1978      Guarani (SP)
1979      Internacional (RS)
1980      Flamengo (RJ)
1981      Grêmio (RS)
1982      Flamengo (RJ)
1983      Flamengo (RJ)
1984      Fluminense (RJ)
1985      Coritiba (PR)
1986      São Paulo (SP)
1987      Sport (PE)
1988      Bahia (BA)
1989      Vasco da Gama (RJ)
1990      Corinthians (SP)
1991      São Paulo (SP)
1992      Flamengo (RJ)
1993      Palmeiras (SP)
1994      Palmeiras (SP)
1995      Botafogo (RJ)
1996      Grêmio (RS)
1997      Vasco da Gama (RJ)
1998      Corinthians (SP)
1999      Corinthians (SP)
2000*    Vasco da Gama (RJ) *Copa João Havelange.
2001      Atlético Paranaense (PR)
2002      Santos (SP)
2003      Cruzeiro (MG)
2004      Santos (SP)
2005      Corinthians (SP)
2006      São Paulo (SP)
2007      São Paulo (SP)
2008      São Paulo (SP)
2009      Flamengo (RJ)
2010      Fluminense (RJ)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *