Politicagem indomada

Hoje pela manhã li no G1 uma matéria sobre a Deputada Jaqueline Roriz (DEM-DF), onde a Câmara rejeitou o seu pedido de licença médica por tempo indeterminado, (para ler a matéria clique aqui).
E lendo os comentários desta matéria vi um muito pertinente, todos os políticos que são acusados, e neste caso provados, de envolvimento em esquemas de corrupção, propinas e tantas outras bandalheiras, tentam se afastar dos seus cargos, de forma remunerada, por meio de pedidos de licenças médicas e sempre com a alegação de “problemas emocionais”.
Fico me perguntando tais problemas foram causados pelo arrependimento dos feitos corruptos ou pelo simples fato de a torneira da grana fácil ter sido, momentâneamente, fechada????
Tremenda cara de pau da Dona Jaqueline ao dizer que está três quilos mais magra devido aos tais “problemas emocionais”. Quem não se lembra do Juiz Lalau? Depois de ter abocanhado a grana que era destinada a construção do Tribunal Regional do Trabalho de SP, quando foi pego em denúncia, alegou estar passando por problemas psicológicos. Deve ser um problema muito sério mesmo deixar de receber o dinheiro DO povo que seria para uma obra de atendimento PARA o povo. Deixar de usufruir das “maravilhas” que tanto luxo ostentado pela corrupção praticada, realmente, pode trazer um transtorno psicológico.
Estes pedidos só são levados adiante por que a Legislatura Brasileira deixa muitas brechas para que isso ocorra, e como todos, até mesmo os mais expurgos, têm direito de defesa, é fácil apresentar estas alegações o difícil é acreditar que elas possam ser verdades.
Os três quilos perdidos pela Srª Jaqueline Roriz lhe serviram apenas para reduzir seu manequim, ja que a conta bancária com certeza ainda continua gorda e bem saudável.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *