Motoqueiro ou Motociclista???

Certo dia eu ouvi dizer que a diferença entre os dois é a seguinte:
Foto: Reprodução WEB
MOTOQUEIRO: É todo indivíduo que se utiliza de uma motocicleta de forma profissional. moto-boys, moto-entregadoes e outros moto-alguma-coisa da vida.
MOTOCICLISTA: É aquele cidadão comum que utiliza seu veículo para atendimento apenas de suas necessidades convencionais, ir ao trabalho, a escola, faculdade e coisas do tipo.
Com a definição de motociclista eu até concordo, mas acrescentaria o fato de um verdadeiro motociclista ser aquele que respeita seu veículo e principalmente os demais circulantes nas vias públicas. Motociclista, ao meu ver, é aquele individuo que utiliza seu veículo de forma responsável e cautelosa e com isso entende que deve trafegar obedecendo Leis de Trânsito e a principal Lei a da Vida. E que, em caso de acidente no trânsito, pode dizer honrosamente que estava certo na ocasião em que foi “fechado”, pois quando se obedece a boa conduta em caso de acidentes ele tem mais chances de ser, realmente, a vítima da situação. E desta forma ser exemplo de bom condutor a outras pessoa que iniciarão no transito com suas motocicletas.
Já o motoqueiro eu adiciono um tom pejorativo em sua definição, pois pra mim motoqueiro é o indivíduo irresponsável, condutor que imagina estar em pistas de corridas ou em um show de exibicionismo de manobras. É o “cara” que quando se apossa deste veículo se imagina como o mais destro de todos os pilotos e com isso abusa da velocidade, de manobras invasivas de trânsito, não respeita sinalização nenhuma e sempre para justificar um acidente, que na maioria das vezes foi provocado por ele, alega ter sido “fechado”. E existem ainda os que concordam com isso dizendo que o mesmo esta conduzindo tranquilo quando a situação ocorreu.
Este condutor é aquele que mancha a reputação de todos os demais, e desta forma, alguns motoristas realmente deixam de respeitar os que realizam condução defensiva ou que conduzem suas motocicletas de forma correta.
Não quero dizer que não existam motoristas que não tenham estas características, muito pelo contrário, sabemos que os dois lados se aplicam a todos. Porém nossos infratores maiores estão sobre duas rodas.
Se buscamos ter razão enquanto pilotamos nossas motocas por aí, devemos agir como bons motociclistas, algo pra se orgulhar realmente e ter razão em nossas ações no trânsito.
Dar passagem a outros veículos, não abusar do nossos veículos, entender a limitação que temos e principalmente que o dano maior sempre estará com o motociclista caso haja um acidente, pois a vulnerabilidade é muito maior, não temos airbags e nem ao menos um parachoque e os danos quando não fatais podem ser irreparáveis pelo resto de nossas vidas.
Meninos e meninas, pensem nisso e vejam de que lado vocês querem conduzir suas motocicletas. Quem se apressa muito nessa vida pode chegar adiantado na outra.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *