Michel Teló vira febre na Europa

Meninos e meninas, hoje fiquei sabendo que o cantor Sulmatogrossense, Michel Teló, em algumas rádios européias toca mais que Adele e Coldplay.
Aqui no Papo Livre ja falamos por diversas vezes sobre o gênero blá blá blá Universitário, e o quanto o verdadeiro sertanejo ficou distorcido na década de 2010 e sobre nossa preferência pelo verdadeiro sertanejo raiz, como o saudoso Tião Carreiro fazia.
O que me chamou a atenção para está matéria, que você poderão conferir clicando AQUI , é justamente o fato de este gênero ja ter alcançado o Velho Continente.
No site do jornal “MARCA” da Espanha, inclusive, tem uma matéria sobre o assunto, postando também como seria a tradução da música para o espanhol. Vejam AQUI .
Tudo bem onde quero chegar com toda essa prosa? Primeiro dar os parabéns ao Michel Teló pelo fato de levar o nome do MS para mundo afora. É muito gratificante saber que nosso estado aparece noa noticiários não apenas para falar da rota do tráfico de drogas e, mais uma vez, sobre os escândalos de corrupção política.
Segundo, não é pelo fato de todo esse sucesso que mudarei minha opinião sobre o nãoseioque Universitário. Mas é fato que o cara tem uma qualidade musical notável e, com isso, seu trabalho está colhendo agora seus devidos méritos.
Isso prova que é possível, sim, fazer sucesso com o trabalho e dedicação.
Eu posso não gostar do gênero, mas para cada opinião contrária existirão outras tantas a favor, pois gosto é assim mesmo, não se discute.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *