18º Sarau Cultural

 Campo Grande (MS) – A Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul (FCMS) realizou na última terça-feira (03 de julho), das 19h às 21h, a 18ª edição do Sarau Cultural, reunindo pessoas e divulgando a rica identidade sul-mato-grossense. O evento é gratuito e acontece no Centro Cultural José Octávio Guizzo (CCJOG).

Durante duas horas, das 19 às 21h, intervenções de vários segmentos culturais, se espalharam nas instalações do Centro Cultural apresentando a produção de artistas locais e visitantes com o intuito de mostrar e trocar experiências nas variadas artes.
Nessa edição, o Sarau Cultural apresentará teatro, música, contação de história e poesia, pois já tem presença confirmada do Teatro Imaginário Maracangalha, da cantora Ana Cabral, do músico Elânio Rodrigues, do instrumentista Marcos Assunção e do ator Isac Zampieri. Além dos artistas convidados, o Sarau abre espaço também para intervenções do público.
         Ana Cabral apresentou seu repertório com muita MPB e música latina. Desde sua infância manifestou um gosto musical apurado e diferenciado. Autodidata aprendeu os primeiros acordes no violão aos 15 anos. Durante 5 anos fez circuito de shows  em Campo Grande e cidades do interior de Mato Grosso do Sul, como Bonito, Corumbá e outras.  Em 2012, montou o show “Latinidade” que contempla composições latino-americanas, numa viagem musical que encanta. O show “Latinidade” tem acontecido em Campo Grande, e a partir de julho começa uma turnê pelas cidades do interior do estado de Mato Grosso do Sul e de São Paulo.
       Elânio Rodrigues é artista e jornalista  e traz seu repertório de músicas infantis e realiza uma contação de histórias interativa. São contos populares e brincadeiras cantadas que divertem e aproximam o público.  Elânio Rodrigues atua nas artes há 16 anos no Mato Grosso do Sul. Como contador de histórias já atuou também em São Paulo, Paraná e Santa Catarina. Tem dois discos autorais lançados com composições Pop e MPB, atua em diversos grupos de teatro e é integrante do Coro de Câmara da UFMS. É jornalista e acadêmico de Artes Visuais.
Marcos Assunção – O instrumentista iniciou,em 1998, um intenso trabalho de pesquisa musical que, pelo sincretismo e qualidade das fontes, resultou em uma linguagem original, inspirada pela incomensurável riqueza das mais diversas vertentes da música brasileira. Detentor de uma sonoridade marcante, que evoca a nossa cultura unificando fronteiras entre as variadas tendências musicais, projeta ao universal o regionalismo, na busca de novos horizontes para a música popular produzida no Brasil. Também coordena o Projeto Violeiros do MS, com aulas gratuitas para alunos no Centro Cultural José Octávio Guizzo.
Isac Zampieri – O ator, que há mais de duas décadas realiza produção teatral em MS, apresenta poesias que contemplam Emmanuel Marinho, Kilsa Baganha, Manoel de Barros e outros autores.
Do latim seranus, sarau é um evento cultural onde as pessoas se encontram para se expressarem artisticamente. Evento bastante comum no século XIX, consiste em uma reunião festiva que ocorre à tarde ou no início da noite, apresentando dança, poesia, leitura, música acústica e também outras formas de arte como pintura, teatro, performances artísticas e literárias.

Confira algumas fotos do evento em nossa página no:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *